O Que Falta nas Bibliotecas de Escolas Estaduais

Meu desabafo sobre a dificuldade que tive em pegar livros na escola


Em minha trajetória escolar, eu já estudei em várias escolas, todas públicas, tanto municipais e estaduais, e vim fazer uma crítica/desabafo sobre tais. Principalmente as escolas estaduais.
Como pessoa que gosta de ler, entrar numa biblioteca é como uma criança que entra em uma loja de doces, os olhos até brilham com tantas opções. E é ótimo que uma criança que não tenha recursos para comprar livros, possa ir na biblioteca de sua escola e fazer um empréstimo gratuitamente. Será simples assim?
Vou listar alguns erros no sistema de bibliotecas das escolas estaduais que me deixavam muito nervosa e acabam impedindo que os alunos frequentasse a biblioteca.
  1. Falta de Incentivo - O problema começa dentro da sala de aula, a disciplina de Literatura era considerada como descartável em muitas escolas, já que tinha a de Português e então ninguém se importava. A questão é que um professor de português já tem pouco tempo para poder aplicar toda a matéria obrigatória no currículo e não consegue colocar literatura no meio, e convenhamos, ele não se formou para isso. Em toda minha vida escolar, fora poucas vezes que os professores pediu a leitura de livros e nos encaminhou para a biblioteca, e a biblioteca era quase inacessível, e o motivo vem nos próximos tópicos.
  2. Falta de estrutura - A sala da biblioteca que deveria ser um lugar calmo para leitura e escolha de livros na maioria das vezes é usada como sala de vídeo por falta de salas para este fim. E se uma turma estivesse usando a sala para ver algum filme ou documentário que o professor tenha passado, já era os planos de ir pegar livro. 
  3. Falta de Funcionário - Cena comum na escola, você vai a biblioteca e ela está fechada, porque a bibliotecária está substituindo uma professora que faltou, ou está ajudando o pessoal da secretária, ou está fazendo qualquer coisa que não seja ficar na biblioteca que afinal, é o trabalho dela. A bibliotecária não devia ser solicitada para outros fins a não ser ficar na biblioteca. Se a demanda é grande, mais funcionários por favor neh governo!
  4. Biblioteca : Fechada ! Quando poderemos frequentar então? - É ridículo isso mas acontece mesmo, é muito difícil encontrar a biblioteca aberta e muitas vezes quando está aberta não podemos entrar porque tem uma turma vendo filme ou a bibliotecária está ocupada organizando mil e um livros didático e essa coisa do livro didático toma muitas semanas do ano, e quando está acontecendo a distribuição ou recolhimento do livro didático os alunos não podem fazer empréstimo de livro. Durante o decorrer do ano também é complicado, porque os alunos não podem sair de sala a não ser para ir ao banheiro então qual o momento ideal para poder frequentar a biblioteca? O recreio claro. Mas a bonitona está fechada neste período. Isso aconteceu apenas nas escolas estaduais, em todas escolas municipais que eu estudei a biblioteca ficava funcionando normalmente no recreio e você não tinha que ficar incomodando os professores para poder sair durante a aula.
  5. Dificuldade de Entregar o Livro - Geralmente você tem um prazo de entrega de uma semana, eu sempre li antes do prazo então não era problema devolver, quer dizer, era um problema enorme! Dependendo da estrutura da escola era muito difícil devolver o livro pelo fato de você nunca encontrá-la aberta, principalmente quando a biblioteca fica num lugar "inacessível". Na última escola que eu estudei por exemplo, havia dois prédios, e todos eles ficavam trancados durante o decorrer da aula. Eu ficava num prédio e a biblioteca ficava no outro e assim era a dificuldade. Primeiro eu tinha que ficar pedindo o professor toda hora para poder sair e entregar o livro, poderia ser apenas uma vez na semana, mas daí eu saia de sala, e tinha que ficar gritando na grade para alguém destrancar. O que já errado trancar todos alunos num prédio sem alguém para supervisionar a entrada, se acontece um incêndio por exemplo até achar quem tá com a chave, e essa pessoa ir destrancar já morreu todo mundo queimado. E assim eram vários minutos perdidos esperando que alguém viesse abrir a grade, e no outro prédio que ficava a biblioteca também era trancado, e o processo de ficar gritando era o mesmo na volta. Tudo isso pra chegar enfim na biblioteca e encontrá-la fechada. Uma vez até a bibliotecária foi intolerante comigo porque eu atrasei, mas eu tinha provas com os funcionários da escola que fui lá não foi uma nem duas vezes para tentar entregar. Acho que a biblioteca deveria ficar num lugar de fácil acesso dos alunos, que eles pudessem ir sem depender da boa vontade de funcionários da escola.
Eu não tenho nada a reclamar sobre os livros, foi apenas em uma escola que não encontrei variedade de literaturas, nas outras sempre encontrei livros bons, eram velhos, mas eram boas, geralmente as escolas municipais que encontramos mais livros atuais. Nas escolas estaduais não adianta esperar que vai aparecer um livro que foi lançado nos últimos cinco anos, porque não vai. 


Espero que ninguém se sinta ofendido, o que estou criticando é o sistemas das escolas, e não levem para o lado particular dos funcionários. Não tive muitos problemas de incompetência de funcionário, o problema está nos poucos recursos que o estado oferece para suas escolas. 
Eu tenho esperanças que as escolas vão melhorar, lembrando que não se trata apenas de o aluno fazer um empréstimo de livro, ele está sendo privado de cultura, de conhecimento, e os brasileiros estão lendo cada vez menos. 
Eu só tive a oportunidade de comprar meus próprios livros depois que me formei, e ainda sim é difícil, cada livro gira em torno de 17 a 30 reais (isso fora das grandes livrarias, porque lá com 30 reais você não sai nem com um jornal Super kkk) e ainda como o Brasil "adora" incentivar a leitura, o Senado está debatendo sobre a Lei do Preço Fixo, que de um lado beneficia a igualdade de preços nos livros, e de outro atrapalha as promoções que gosto tanto, mas isso não vem o caso agora.
E no fim quem pode comprar compra, mas sabemos que para os alunos da rede pública, a maioria de baixa renda, comprar um livro é quase que uma "gracinha" considerando as dificuldades financeiras, ainda mais fazer isso com frequência. 
E quem não pode comprar tem que enfrentar todos esses problemas acima... :(

Dani Fernandes

Dani Fernandes, 18 anos, mineira, blogueira e escritora de Margaridas, Lírios e Mariana.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Regras de Comentário:
Deixe apenas o link, não precisa falar para eu te visitar pois eu já faço isso com todos que comentam
Divulgação nos meus post serão apagados tem um espaço para isso, vai lá em Sobre Dani..
Acompanhe meu blog porque gostas, isso não é uma troca!