Vítima Envergonhada




Um mundo terrível que todos andam e nem sequer olham pra trás...
Um garoto chora, perdeu sua bicicleta.
A mãe o repreende. 
_Menino, não me azucrina, não chore alto, as pessoas estão olhando. Todos vão saber o porquê você está chorando e ninguém irá querer você...
_Que olhem mesmo. Que veja minha tristeza, minha bicicleta foi roubada e ninguém está se importando com isso.
O moço do picolé vê a cena. Se preocupa. Tenta ajudar. A mãe explicar o que é.
_Tanta crise por uma bicicleta? Pra que existe o dinheiro? 
Todos que o viam chorar se preocupavam, mas quando sabiam o que era, diziam:
_Ah, era isso...
Posso dizer que na verdade,
Ninguém se importou com nosso menino.
Ele estava triste. Ele chorava. Algo queria explodir dentro dele.
Mas o motivo... Não era suficiente para as pessoas. 
Ele tinha que viver aquilo sozinho, mas não sabia se era capaz.
Quem fazia ideia do que acontecia dentro deste garoto?
Se queriam ajudar, porque não ajudaram?
Observe que este menino em momento algum pediu uma nova bicicleta. 
O menino só queria ser consolado, e que entendessem que a culpa não foi dele.
_Você vacilou! Ficou por aí dando mole com a bicicleta, isso é lá hora de menino "tá" na rua com bicicleta. Agora aprenda! No fundo você queria que fosse roubada, se não não teria descuidado. Nunca mencione isso para ninguém! Não quero que traga vergonha para nossa família. 
_Não foi culpa minha!
O garoto já não aguentava mais gritar sua tristeza, então ele acabou se convencendo que na verdade a culpa era dele sim. Ele se silenciou, 
E nunca mais se soube do que sentia esse menino.
E todas os donos de bicicletas roubadas que souberam deste menino também se calaram, pois viam que era inútil lutar contra a sociedade.
O silêncio corrói a alma, as lembranças daquele momento causam pesadelos. 
O menino fechou os olhos, e mentiu para si mesmo:
_A culpa foi minha.
A vergonha tomou conta, e nunca mais tocaram neste assunto. 
Dani Fernandes, Vergonha de ser roubado. 




Acabe com o silêncio. Denuncie. 







Dani Fernandes

Dani Fernandes, 18 anos, mineira, blogueira e escritora de Margaridas, Lírios e Mariana.

7 comentários:

  1. Adoorei o seu texto, tem uma crítica enorme a sociedade em que vivemos. Me sinto o garoto desse texto, mas em relação ao meu celular, porque me culparam por ter sido roubada 3x, sendo que uma deixei o celular cair, e eu não percebi, a menina viu que caiu de mim, pegou e saiu correndo. Quando percebi tentei ir atrás, mas foi em vão.

    Beijos, Love is Colorful

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é Bárbara, podemos aplicar esse texto em vários contextos da nossa vida." O bandido não é culpado pois ele cresceu sem oportunidades" é isso que tentam nos ensinar....
      Obrigado pela visita. :D

      Excluir
  2. Mais uma incrível matéria. Um belo texto e uma séria crítica a sociedade. Sucesso, bjs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu Marcos!! Que bom ver você por aqui...

      Excluir
  3. Dani, infelizmente acontece né!
    Texto ótimooo, bem escrito!

    beijos

    ResponderExcluir
  4. As vergonhas continuam contaminado tudo!

    ResponderExcluir

Regras de Comentário:
Deixe apenas o link, não precisa falar para eu te visitar pois eu já faço isso com todos que comentam
Divulgação nos meus post serão apagados tem um espaço para isso, vai lá em Sobre Dani..
Acompanhe meu blog porque gostas, isso não é uma troca!